quarta-feira, 4 de junho de 2014

CARREIRA E SUCESSO


Uma nova profissão está despontado no mercado de trabalho brasileiro: o gerente de facilidades, ou facilities. É a pessoa designada para gerenciar prédios corporativos: desde cuidar da infraestrutura dos prédios, como ar condicionado e luz, até a relação com prestadores de serviços e fornecedores.Na Europa essa profissão já é bastante conhecida e movimenta anualmente 4 bilhões de euros na economia. O Brasil não está muito atrás, embora há poucos anos o setor venha se profissionalizando. Com profissionais como a Márcia Aparecida da Silva, que gerencia o edifício da Federação do Comércio do Estado de São Paulo, a Fecomércio.Na empresa há vinte anos, há menos de cinco entrou na profissão. Diariamente, ela coordena uma equipe de mais de 50 pessoas, que fazem de tudo para deixar os cinco andares do prédio funcionando perfeitamente. A rotina é corrida!”É muito dinâmico, porque não tem um dia igual ao outro. Sempre tem uma novidade na evolução do prédio. Sempre tem um probleminha, alguma coisa diferente pra você resolver”, ela conta.Marcos Meneghim é facility de um Complexo de Tubarão (ES) da Vale do Rio Doce, e gerencia mais de 15 km quadrados e 16 mil pessoas, diariamente.”A diversidade é o grande X do facility. Você tem que estar preparado para a diversidade, e a tecnologia celular 24 horas ligada, porque pode acontecer alguma coisa a qualquer momento e você tem que estar pronto pra atender. Acho que este é o grande ponto”, comenta Meneghim.Pessoas como ele facilitam tanto a rotina de grandes empresas, que já existem até cursos de MBA, como na USP, para capacitar esses novos profissionais.”Já existe em vários países: Hong Kong tem. Na Europa todos os países têm alguma formação em gerencia de facilidades. A Holanda, por exemplo, forma cerca de 800 pessoas por ano, em nível de graduação, mestrado e doutorado. Fora do Brasil já é mesmo uma profissão”, esclarece Moacyr.”Se há 20 anos você não enxergava nas organizações, no organograma, o departamento chamado de facilities, hoje já enxerga. Em resumo, facilities hoje resulta da somatória de uma série de ações e reações que tínhamos no passado, mas mais recheada de tecnologia, de pesquisa, reflexão e principalmente, de muito trabalho”, sintetiza Gessé Campos Camargo, coordenador do Congresso Infra.

Fonte: Profissão: Gerente de Facilidades | Portal Carreira & Sucesso 



Nenhum comentário:

Postar um comentário